terça-feira, 27 de outubro de 2020

MORTOS QUE FALAM


Dia de Finados – 02 de novembro - é feriado nacional. As pessoas reservam um momento especial para visitar cemitérios. A palavra “cemitério” significa dormitório, lugar de dormir esperando a ressurreição. Os cristãos são felizes porque sabem que a morte não é o fim. É a vida que continua.

É NO DIA de Finados que mais lembramos os falecidos de nossa família e comunidade. Visitamos os cemitérios. Levamos flores. Acendemos velas. Rezamos pelos nossos familiares, conhecidos e amigos que nos deixaram. Prometemos que se voltassem a convivência, cada minuto seria vivido com mais intensidade e alegria. Inútil! o silêncio nos responde: “O que eu fui, você é. O que eu sou, você será”.

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Bares: potenciais pontos de transmissão da Covid-19

Locais onde são vistas aglomerações e pessoas sem fazer uso da máscara, os bares de Feira de Santana são as atuais preocupações das autoridades sanitárias por se tornarem potenciais pontos de transmissão da Covid-19, dado ao inadequado comportamento dos frequentadores.

Pessoas juntas, sem a devida proteção, e a ingestão de bebidas alcoólicas são uma combinação perfeita para a disseminação da infecção que ataca os pulmões – visto que a bebida no organismo leva ao relaxamento de todas as medidas de prevenção.

Vacina de Oxford teria resultado 'robusto' em idosos

 


A vacina contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) desenvolvida pela Universidade de Oxford, em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, teria apresentado uma "resposta robusta" entre pessoas com mais de 55 anos, revelou o jornal britânico "Financial Times" nesta segunda-feira (26). 

Segundo a publicação, os resultados da ChAdOx1 n-CoV19 entre os idosos apresentou uma eficácia similar àqueles que têm entre 18 e 55 anos e os dados oficiais serão divulgados em breve em "revistas científicas". A boa notícia é que os mais velhos também conseguem ativar os anticorpos protetores e as células T, assim como os mais jovens.

Covid-19: 49 novos casos registrados e 76 pacientes recuperados nas últimas 24 horas em Feira de Santana


Nas últimas 24h, Feira de Santana registrou mais 76 pacientes recuperados da Covid-19 e atingiu a marca de 10.715 curados da doença desde o início da pandemia, índice que representa 91% dos casos confirmados. Enquanto isso, 12 pessoas que aguardavam resultado do exame testaram negativo e 49 novos casos de Coronavírus foram positivos.
O número de pacientes internados reduziu de 34 para 33, nas últimas 24h. O boletim contabiliza ainda 749 casos ativos, ou seja, pessoas que ainda estão com a doença. O informativo também registra mais dois óbitos, ocorridos nos dias 09 e 25 de outubro. A informação é da Vigilância Epidemiológica através da Secretaria de Saúde nesta segunda-feira (26). 

Prometer vacinação para dezembro ou janeiro 'não é realista', diz brasileira que integra comitê da OMS contra covid-19

Na hora de prestar vestibular, Cristiana Toscano não tinha certeza nenhuma de que a medicina era a melhor escolha de carreira. "Eu pensei em psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional e até musicoterapia, que era uma área que começava a despontar. Meus pais habilmente sugeriram seguir para a área médica que, na visão deles, permitiria seguir por uma dessas opções depois", lembra.

Durante os três primeiros anos de curso na Universidade de São Paulo, novas incertezas apareceram e jogaram mais dúvidas sobre sua escolha. "Eu pensava: isso não é para mim. Até que, no quarto ano, tive a oportunidade de fazer um estágio de quatro meses em capacitação e promoção da saúde de populações ribeirinhas da Amazônia", conta. A saúde pública foi amor à primeira vista.

Como descartar medicamentos corretamente

Após dez anos em discussão, o sistema de logística reversa de medicamentos domiciliares foi regulamentado no âmbito federal em junho deste ano, por meio do Decreto nº 10.388/2020. O descarte ambientalmente correto desses produtos está previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída em 2010, mas ainda dependia de acordo com o setor produtivo.

As medidas entrarão em vigor a partir de dezembro deste ano. A primeira fase é a de estruturação do grupo de acompanhamento do sistema, que contará com entidades representativas de fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de medicamentos domiciliares, em âmbito nacional. Já a implementação do sistema de logística reversa, propriamente dita, deve começar no segundo semestre do ano que vem.

Crônica de segunda-feira

Alguns amigos, leitores, pediram para que publicássemos mais crônicas, pelo menos duas por semana. Porém, para publicarmos duas inéditas por semana fica difícil, porque Cristóvam Aguiar só voltou a escrever recentemente, e está produzindo matérias contando as histórias e estórias de Feria de Santana, que são publicadas aos domingos, e ainda tem a coluna Sempre Livre as sextas-feiras. E como ele mesmo diz, já não tem o mesmo pique por conta da deficiência visual e da própria idade. Assim, resolvemos que a partir desta segunda-feira, vamos republicar crônicas antigas algumas publicadas nos seus livros a Levada da Égua (2004) e Cristóvam Aguiar - Sempre livre (2010).

 Sobre evangélicos e outros espécimes

Dizem que um bom trabalhador não escolhe tarefa. Há 29 anos fazendo textos jornalísticos, eu bem que já poderia me dar ao luxo de escolher o que escrever, mas não é o que acontece. Ainda permito que, por influências de amigos, escrevo textos que, fatalmente, vão me levar a ser gozado por outros amigos. Fui dar uma mão ao amigo e new evangélico, Antônio José Laranjeira, e vejam o que aconteceu: fui gozado no Rodabahiana.

domingo, 25 de outubro de 2020

Histórias da Pincesa

Agricultura precisa de mais incentivos e organização para se fortalecer

Os trabalhadores de Feira de Santana, nos primeiros anos da década de 1980, não protagonizaram grandes atividades de luta política e econômica. Na verdade, as tentativas que ficavam por conta das “vanguardas” não eram muito bem sucedidas.  No início da década de 1980, até 1986, Feira de Santana ainda gozava de um relativo crescimento econômico e uma alta empregabilidade devido a chegada ou permanência de indústrias do Centro Industrial Subaé (CIS) no fim da década de 1970. A zona rural de Feira de Santana era marcada pela cultura de subsistência, com base no plantio de milho, feijão, mandioca e fumo. Essas culturas foram diversificadas e são chamadas de Agricultura Familiar, que gera trabalho e renda suficientes para manter os pequenos produtores rurais no campo, evitando assim o êxodo rural. Se planta e se cria de tudo e o mercado absorve bem a produção agrícola.

Amor demais leva a isso

Dizia-se caçador e não podia ver uma mulher bonita para não se manifestar, até que conheceu July, na verdade Juliana, mas o diminutivo dava um clima  mais íntimo e romântico. Confessou aos amigos – Petrônio, Melo e Valter que estava apaixonado, mas ao contrário do que acontecia com outras, dava tremedeira quando July se aproximava, ou vice-versa e nunca ia adiante.

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

SIM é o bairro com maior número de casos de covid-19 em Feira de Santana, seguido pelo Tomba


A Prefeitura de Feira de Santana, através da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou nesta sexta-feira (23) a relação atualizada do número de casos de Covid-19 por bairros e localidades. O SIM é o bairro com o maior número, com 712 casos confirmados.

O Tomba é o segundo nesta relação, com 698.  As informações são da Prefeitura Municipal, por meio da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).