quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Alex Ferraz

CAOS
A ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça apontou Natal, capital do Rio Grande do Norte, como 12ª cidade mais violenta do mundo e a quarta do Brasil. Pois é, quem já foi Natal, hein? Nao há dúvida: estamos perdidos neste país de leis frouxas.


Frase: Um coisa é frequentar shoppings, outra é promover a baderna e o terror.

De rolezinhos, preconceito e capitalismo
Os defensores dos chamados rolezinhos argumentam, entre outras coisas, que "os jovens têm direito a entrar nos shoppings". Ora, claro que têm! E tanto têm que entram a todo momento, seja em São Paulo, Rio de Janeiro ou Salvador. E tanto entram, há muito tempo, que são responsáveis por uma movimentação de R$ 130 bilhões por ano. Mas podem dizer: "Ah, mas os jovens da periferia são discriminados". Nananinha. Basta olhar, por exemplo, o Shopping Iguatemi, na sua parte térrea, onde há, inclusive, lojas especializadas em grifes preferidas pelos cham ados jovens da periferia. Para não falar nos populares Piedade e Center Lapa.
Porém, uma coisa é entrar ordeiramente em shoppings, paquerar, curtir, comer e comprar roupas. Outra coisa é juntar-se num bando de 100, 200 pessoas e sair correndo pelos centros de compras, aos berros, causando medo a todos. Aí, senhores, não há a menor dúvida: é baderna, terror, uma ameaça à integridade de outros jovens, adultos, comerciários, comerciantes e patrimônio privado.
Então, reafirmo aqui o desafio lançado por alguém na internet: que os defensores desse tipo de rolezinho abram as portas de sua casas para esses bandos invadirem, aos berros. Vão encarar?
A propósito, cito aqui o jornalista Carlos Chagas: "A situação enrola quando, em nome do direito à liberdade, esses jovens invadem os shopping centers. Dispõem ou não do direito de frequentar propriedade alheia? Afinal, trata-se de locais abertos ao público, razão maior da sobrevivência econômica dos proprietários. Determinar quem deve e quem não deve entrar atenta contra a liberdade, mas se for em nome da preservação da propriedade, estabelece-se o conflito. Porque na maioria dos casos, os rolezinhos fazem baderna, assustam os frequentadores e, às vezes, até depredam lojas."


Um sistema
à deriva (I)

Não é este ou aquele navio do sistema ferry boat que fica à deriva. Na verdade, todo o sistema está à deriva há muito tempo e a troca de administradores só fez mudar as pessoas que dão sempre as mesmas desculpas e fazem sempre as mesmas promessas.
Os navios comprados não têm data certa para chegar. Os que navegam agora, estão em frangalhos. Fico a pensar qual o interesse da Internacional Marítima em assumir uma frota sucateada, um sistema com pepinos óbvios jamais resolvidos."


Um sistema
à deriva (II)

Fico a pensar, aliás, se tudo isso não é manobra para forçar a construção da tal ponte.
Fico a pensar, enfim, qual a razão de tamanho descaso com um sistema vital para baianos e turistas, trabalhadores ou veranistas. Fico a pensar, só isso...


Isso é que é
celebridade!

No Brasil, notadamente na Bahia, bastou ser conhecido (a) por mais de 200 ou 300 pessoas para ganhar título de "celebridade" na mídia.
Mas vejam o que é celebridade: o grande maestro italiano Claudio Abado, que morreu no início desta semana, homem que cobrou como salário "o plantio de 90 mil árvores em Roma", foi homenageado há alguns anos e recebeu, vejam só, 30 minutos de aplausos ininterruptos. Sem maiores comentários.


No mundo
da lua

A psicose por redes sociais tomou conta de tudo e de todos. Por exemplo, já vi caixa de banco dividindo a atenção ao cliente com olhares para o facebook. A mesma coisa acontece em outros atendimentos, inclusive burocráticos.
Só me lembra Einstein: "Quando a tecnonologia dominar o mundo, teremos uma geração de idiotas."


Uma ameaça à
Copa do Mundo?

Nota do Claudio Humberto: "Crítico do sistema prisional e profundo conhecedor da atuação da organização criminosa 'Primeiro Comando da Capital', o juiz federal Odilon de Oliveira, do Mato Grosso do Sul, teme que o PCC tumultue a Copa, em represália a transferências de líderes a prisões de segurança máxima, para onde ele mandou dezenas de traficantes. Odilon alerta: a facção pode 'aprontar' contra autoridades, até estrangeiras, no evento." Vixe!

CAPACITAÇÃO - O prefeito de São Sebastião do Passé, Janser Mesquita, assinou um convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) para a instalação de uma Agência de Capacitação Profissional no município. Com o convênio, serão abertas cerca de 1800 vagas em 40 cursos técnicos para a população sebastianense.
ESPECIAIS - A Faculdade Ruy Barbosa está com inscrições para a quarta edição do Projeto Novo Olhar. O curso de Psicologia atua na monitoria do programa, que visa promover a capacitação de pessoas com diversos tipos de necessidades. A ideia é oportunizar a inclusão dos participantes no mercado de trabalho. Inscrições: (71) 3205-1745 ou  [email protected]
ARTES - A exposição "Gravar é Preciso" reúne 10 trabalhos de artistas da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (UFBA), na galeria do Anexo do Theatro XVIII, a partir de amanhã, com abertura prevista para as 18 horas.

Nenhum comentário: