terça-feira, 5 de abril de 2022

Os ramos da paz

 

A Semana Santa começa com o Domingo de Ramos. Símbolos de vida, de esperança e de paz, os ramos verdes, são abençoados e levados em alegre procissão, revivendo a entrada de Jesus em Jerusalém, onde iria dar sua vida para a salvação da humanidade. Por isso, o costume de abençoar os ramos no Domingo de Ramos. (Mt 21,1-11).

 JESUS entra, na cidade de Jerusalém, sabendo que ela não o reconheceria como Messias, Salvador e Príncipe da paz. Ele se apresenta manso, bondoso, pacífico e, aparentemente, fraco. Assim, Jesus nos ensina que a nossa grande força é a bondade. O verdadeiro forte é aquele que é bondoso e acolhedor. O verdadeiro forte é aquele que vence a violência pela paz. O vencedor é aquele que dá a vida pelos outros, e não aquele que tira a vida dos outros.

COMEÇA, neste domingo, a grande semana de Jesus. A mais importante de sua vida. E também de nossa vida. O clima do Domingo de Ramos é de alegria. Jesus entra em Jerusalém sendo aclamado por uma grande multidão de seguidores e admiradores de sua mensagem. Mas, Jesus entra na cidade montado em um jumento que simboliza humildade, serviço e mansidão. Os reis usavam cavalos que simbolizavam a força e o poder. Jesus é rei que serve humildemente. Veio para servir, mas o povo quer aclamá-lo rei.

NÃO ESQUEÇAMOS, porém, que o mesmo povo que aplaudiu Jesus foi manipulado por seus inimigos e alguns dias depois grita: crucifica-o. Como são passageiros os aplausos humanos! As mãos que jogam flores são as mesmas que atiram pedras. A boca que grita vivas é a mesma que diz: crucifica-o. Com facilidade nos deixamos manipular! Interesses de políticos e de poderosos, às vezes, falam mais alto.

OS RAMOS abençoados, no Domingo de Ramos. devem ser guardados com respeito e usados em espírito de fé. Muitos os queimam, enquanto rezam, em momentos difíceis da vida. Nossos avós têm o costume de queimá-los quando se aproxima uma tempestade ou, para livrar-se de doenças, de influências diabólicas e outros males. Essas atitudes revelam a fé das pessoas de que os ramos abençoados são um sinal sagrado.    

ALÉM DE PAZ e vida, os ramos bentos, significam vitória, esperança e compromisso em seguir Jesus Cristo. Vamos levá-los para nossas casas como sinal da presença de Deus. Portanto, é bom colocar os ramos bentos em algum lugar privilegiado em nossas casas e utilizá-los como um sacramental, como sinal sagrado, por meio do qual, pela fé e oração, podemos alcançar graças especiais em nossa vida e na vida de nossa família.

 

Dom Itamar Vian

Arcebispo Emérito

[email protected]com.br

Nenhum comentário: