sexta-feira, 17 de junho de 2022

 & Dica Musical &

A minha Dica Musical da semana é...

          “O Rei nas Estrelas”, composição de Petrucio Amorim, gravada originalmente por Flávio José. Estando há poucos dias da maior festa junina do Nordeste, nada melhor que estrear esse novo quadro do nosso Blog, Dica Musical, com uma música que homenageia o Rei do Baião, Luiz Gonzaga (já falecido). Criada por um dos maiores compositores da música nordestina tocada e cantada por um dos maiores forrozeiros já surgidos nas últimas décadas, Flávio José. Diz a letra: “Quem viu a terra tremer, quem viu o sol se esconder por entre nuvens, quem viu. Quem viu o tempo parar sabe também lamentar que o rei menino partiu. Mas, quem chorou não se iluda, que o rei não morre, se muda, pro reino da ilusão. Lá onde os astros se ouvem, lá onde mora Beethoven, mora o Rei do Baião”. E diz: Luiz, agora estrela lá no céu. Luiz, o povo agradece o teu papel”. E aí ele prossegue em versos citando músicas que marcaram a carreira de Luiz Gonzaga, como Asa Branca que diz ao Sabiá: “Luiz, Luiz, Luiz. Enquanto houver sanfona, um xote e um baião, seu nome lembrará uma canção”.

         Obras assim imortalizam os grandes artistas e, por extensão, os seus fiéis seguidores. Não está escrito que Luiz Gonzaga não será esquecido um dia, pois não há bem que sempre dure nem mal que nunca se acabe. Esperemos que seja lembrado por muito tempo, assim como o Beethoven. Mas, como diz um outro grande artistas brasileiro, o Moacir Franco, numa música de título um tanto grosseiro, mas cheia de sabedoria: Tudo vira bosta.

         Essa música foi gravada por Rita Lee e oportunamente falarei sobre ela. Por hora, quem for nordestino, siga-me, pois vou cair no forró.



 

2 comentários:

Arlete disse...

Amei

Anônimo disse...

Amo essa música